Pages

Subscribe:

Ads 468x60px

31 de dezembro de 2008

:: LINK-ME ::





28 de dezembro de 2008

Meu Award

AWARD - Educando com Carinho

Amigas este é o meu AWARD.

Fiz com muito carinho, poste em seu blog, e em seguida deixe um comentário . Valeu amigas.

Tenham um ótimo domingo.

Bjimmm





25 de dezembro de 2008

Selinho Especial

Amigas...

O outro link parece que não funcionou.

Espero que este esteja funcionando corretamente.

Um abraço.

Feliz Natal!!!

Bjuzz


:: LINK-ME ::





24 de dezembro de 2008

Selinho Especial

dablink - coloque glitter nas fotos no orkut !

Selinho Especial - Link







Ola queridas amigas blogueiras.
Criei este selinho especialmente pra vc que acompanha o meu Blog.
Tenho certeza que se não fosse vc, o sucesso deste seria impossivel.
Gostaria de agradecer as mais de SETE MIL VISITAS no periodo de 22 de novembro até a presente data.
Espero poder contribuir ainda mais em 2009.
E desde já desejo a todas vcs um Feliz Natal e um Ano Novo repleto de realizações e sucessos.
Um forte abraço.
Vcs tem um lugar mega especial em meu coração.
Bjuzzzzzzzzzzzzzzzz...


17 de dezembro de 2008

Mensagem.

Para os pais...

Pedido de uma criança a seus pais

Não tenham medo de serem firmes comigo. Prefiro assim. Isto faz com que me sinta mais seguro.
Não me estragem. Sei que não devo ter tudo o que peço. Só estou experimentando você.
Não deixe que eu adquira maus hábitos. Dependo de vocês para saber o que é certo ou errado.
Não me corrija com raiva na frente de estranhos. Aprenderei muito mais se falarem comigo com calma e em particular.
Não me protejam das conseqëncias de meus erros. Às vezes eu preciso aprender pelo caminho mais áspero.
Não levem muito à sério as minhas pequenas dores. Necessito delas para obter a atenção que desejo. Não sejam irritantes ao me corrigirem. Se assim fizerem eu poderei fazer o contrário do que me pedem.
Não me façam promessas que não poderão cumprir depois. Lembrem-se de que isto me deixará profundamente desapontado. Sou facilmente levado a dizer mentiras.
Não me mostrem um Deus vingativo. Isto me afastará dele.
Não desconversem quando faço perguntas, senão serei levado à procurar as respostas na rua todas às vezes que não as tiver em casa.
Não se mostrem para mim como pessoas infalíveis. Ficarei extremamente chocado quando descobrir um erro seu.
Não me digam simplesmente que meus receios e medos são bobos. Ajude-me a compreendê-los e vencê-los.
Não digam que não conseguem me controlar. Eu me julgarei, então, mais forte que vocês. Não me tratem como uma pessoa sem personalidade. Lem rem-se de que eu tenho meu próprio modo de ser.
Não vivam apontando os erros das pessoas que me cercam, isso vai criar em mim, mais cedo ou mais tarde o espírito de intolerância.
Não se esqueçam de eu gosto de experimentar as coisas por mim mesmo. Não queiram me ensinar tudo.

Não desistam nunca de me ensinar o bem, mesmo quando eu pareça não estar aprendendo. Insistam com amor e energia. Insistam através do exemplo e no futuro vocês verão em mim o fruto daquilo que plantaram.

Mensagem.

A LIÇÃO DA BORBOLETA

Um dia, uma pequena abertura apareceu em um casulo.
Um homem sentou e observou a borboleta por várias horas, conforme
ela se esforçava para fazer com que seu corpo passasse através
daquele pequeno buraco.
Então pareceu que ela havia parado de fazer qualquer progresso. Parecia que ela tinha ido o mais longe que podia, e não conseguia ir mais.
O homem decidiu ajudar a borboleta: ele pegou uma tesoura e cortou o
restante do casulo. A borboleta então saiu facilmente. Mas seu corpo
estava murcho e era pequeno e tinha as asas amassadas.
O homem continuou a observar a borboleta porque ele esperava que, a qualquer momento, as asas dela se abrissem e esticassem para serem capazes de suportar o corpo que iria se afirmar com o tempo.
Nada aconteceu!
Na verdade, a borboleta passou o resto da sua vida rastejando com um corpo murcho e asas encolhidas. Ela nunca foi capaz de voar.
O que o homem, em sua gentileza e vontade de ajudar não compreendia era que o casulo apertado e o esforço necessário à borboleta para passar através da pequena abertura era o modo com que Deus fazia com que o fluido do corpo da borboleta fosse para as suas asas, de modo que ela estaria pronta para voar uma vez que estivesse livre do casulo.
Algumas vezes, o esforço é justamente o que precisamos em nossa vidas. Se Deus nos permitisse passar através de nossas vidas sem quaisquer obstáculos, ele nos deixaria aleijados. Nós não iríamos ser tão fortes como poderíamos ter sido. Nós nunca poderíamos voar...

15 de dezembro de 2008

Projeto Amizade


Educação Infantil
PROJETO AMIZADE

1. OBJETIVOS

· Desenvolver competências sociais em crianças de quatro a seis anos
· Mostrar como serem amigas
· Exercitar a identificação, sensibilidade e fala pública sobre diferentes sentimentos
· Destacar como lidarem com as quatro emoções básicas: medo, alegria, tristeza e ira
· Ajudar a expressarem sentimentos que lhes desagradam

2. PÚBLICO-ALVO

· 15 a 20 crianças de quatro a seis anos

3. RECURSOS MATERIAIS E HUMANOS

· Recursos materiais: cartolinas, canetas hidro-cor, revistas velhas
· Outros recursos materiais, caso se faça opção por um treinamento e expressão das múltiplas inteligências (Ver fonte de referência 5º)
· Recursos Humanos: um a dois Mediadores previamente treinados



4. QUESTÕES RELEVANTES

· O que é a amizade?
· Amizade é o mesmo que amor?
· O que é um amigo de verdade?
· Qual a importância de um amigo?
· O que é o medo?
· Que coisas nos fazem felizes?
· Por quê ficamos tristes?
· O que nos deixa com raiva?
· Como não falar a um amigo?
· Como falar a um amigo?

E inúmeras outras do mesmo tipo, levantadas pelas próprias crianças

5. FONTES DE REFERÊNCIA

· ANTUNES, Celso – Alfabetização Emocional. Petrópolis. Editora Vozes. 7ª edição. 1999

· ANTUNES, Celso – Fascículo 6 da Coleção Na Sala de Aula / A Alfabetização Moral em Sala de Aula e em Casa, do Nascimento aos Doze anos. Petrópolis. Editora Vozes. 2ª Edição. 2002

· ANTUNES, Celso – Fascículo 7 da Coleção Na Sala de Aula / Um Método para o Ensino Fundamental: o Projeto. Petrópolis. Editora Vozes. 2ª Edição. 2002

· ANTUNES, Celso – A Construção do Afeto. São Paulo. Augustus Editora. 4ª edição. 2001

· ANTUNES, Celso – Fascículo 3 da Coleção Na Sala de Aula / Como Desenvolver Conteúdos Explorando as Inteligências Múltiplas. Petrópolis. Editora Vozes. 2ª Edição. 2002

· LeDOUX, Joseph - O Cérebro Emocional. São Paulo. Editora Objetiva. 1998

· RESTREPO, Luis Carlos – O Direito à Ternura. Petrópolis. Editora Vozes. 2ª edição. 1998


6. COMPETÊNCIAS DESENVOLVIDAS

· Afetividade
· Auto-estima
· Otimismo
· Controle dos impulsos
· Empatia – Compreensão do outro
· Prestatividade e solidariedade
· Sinceridade
· Empatia no ouvir
· Comunicação Interpessoal
· Pensamento dirigido
· Autoconhecimento
· Administração das Emoções

7. FASES DO PROJETO

· ABERTURA

Mediadores, pais, professores, pessoas da comunidade especialmente convidadas discutem e elegem as competências desejadas e a seleção de questões que a culminância do projeto deverá responder.



· O TRABALHO PRÁTICO – ESTRATÉGIAS

PREPARAÇÃO DO ROTEIRO

Os professores e os Mediadores escreverão roteiros de apresentações teatrais simples, cuja duração não deve exceder 15 minutos e que devem vivenciar cenas do cotidiano dos alunos envolvendo temas de relações interpessoais para ajudarem as crianças aprenderem como serem amigas, reconhecerem e falarem sobre diferentes sentimentos, lidarem com verdade e com a mentira, com a ira e com a dor, com o medo e a tristeza, com a alegria e com a felicidade e como expressarem o que lhes agrada e desagrada. Essas pequenas peças podem simular situações do pátio da escola, disputa por lugares, formas de abordagem, etc.

ENSAIO

Para cada encenação haverá um grupo de “atores” e outro de “espectadores”, mas todos os alunos nas diferentes peças desenvolverão ambos papeis. Durante o ensaio não deve ocorrer a prioridade de “lições de conduta” ou julgamento sobre “atitudes certas ou erradas” ainda que o aparecimento destas, possa gerar uma resposta serena e coerente por parte do(s) intermedializador(es). Os Mediadores poderão ou não introduzir o “ponto” com um ator que não aparece, ajudando os atores nas falas a serem praticadas.

APRESENTAÇÃO

A apresentação de cada peça se dará de forma similar a qualquer apresentação teatral.


DEBATES

Após a encenação deverão ocorrer os debates, envolvendo inicialmente apenas os alunos e os Mediadores. Nesse debate deve prevalecer a solicitação de opiniões sobre atitudes, gestos, posturas, ações ainda que as mesmas não devam suscitar julgamentos morais por parte dos professores. Não existe um tempo prescrito previamente para a duração dos debates, embora os Mediadores devam mostrar sensibilidade para não o prolongarem além dos limites do interesse por parte dos alunos envolvidos.

SÍNTESE CONCLUSIVA

Concluído os debates os Mediadores sintetizarão as conclusões gerais, enfatizando o que se levou os alunos a aprenderem com a atividade.

FECHAMENTO

É extremamente importante destacar que os valores e os ensinamentos conquistados necessitem ser retomados em momentos e circunstâncias diferentes, internalizando-se nas atitudes dos professores, contextualizando-se aos temas curriculares desenvolvidos. Em verdade, a encenação, debate e síntese conclusiva jamais deve “encerrar” a atividade, antes abrir espaço para práticas sobre novas formas de relacionamento e emprego constante das habilidades sociais no cotidiano dos alunos.

8. LINGUAGENS APLICADAS

Importante atividade de reforço é, em outra oportunidade, reunir-se os participantes do Projeto solicitando que expressem através de diferentes linguagens – pinturas, paródias, colagens, desenhos, corais, etc. – os valores desenvolvidos e supostamente apreendidos durante a atividade.

Atividade extremamente enriquecedoras é utilizar diferentes estratégias de comunicação, conforme as inteligências humanas suscitadas – lingüistica, lógico-matemática, visuo-espacial, sonora, cinestésico-corporal, naturalista, intra e interpessoal – e organizar painéis ou murais expressando os valores assumidos.

9. AVALIAÇÃO

A forma de avaliação será desenvolvida através da comparação de relatórios organizados por todos os elementos da equipe docente avaliando as atitudes dos alunos em sala de aula e no pátio da escola, antes e depois da realização de cada encenação, enfatizando a eventual permanência, após seis meses ou mais, de valores eventualmente assumidos.


Fonte:http://www.celsoantunes.com.br/pt/projetos_infantil.php ( Maravilhoso esse site, façam uma visita)

Copilação Extraida do site:http://ferramentapedagogica.blogspot.com/search/label/Projetos

14 de dezembro de 2008

COMENTE... COMENTE... COMENTE...

Ética e Cidadania

ALUNOS DO ENSINO FUNDAMENTAL REFLETINDO ÉTICA E CIDADANIA

· “Uma educação de qualidade é dever de quem governa, direito de quem vota e obrigação de um país que quer ser melhor.”Alunos: Alison Gessinger Guedes Morais e Raiane Silmara 1- Honestidade hoje, bons costumes amanhã é ser um bom cidadão no futuro.
2° -O certo seria que por lei a cidadania fosse praticada por todos.
3° -Seria tão bom se todos respeitassem o próximo, se realmente a ética existisse, se os bons costumes fossem praticados... Sonhar não custa nada!
4° -Os políticos ainda não se deram conta, de que para cobrar dos brasileiros a ética e os bons costumes eles devem tomar iniciativa começando a olhar para si mesmo.
5°- Respeite os outros como você gosta de ser respeitado. Afinal respeito é bom e nos gostamos!
6°-Os bons costumes só seriam praticados na rua se em casa tivéssemos no mínimo, aprendido quais são eles.
7°-Ética, cidadania, respeito, bons costumes...? Palavras conhecidas, mas não praticadas.
8°- A honestidade é um bem precioso, porém poucas pessoas a possuem.
9° --Ajude alguém ao atravessar a rua, doe seu assento no ônibus... Bons costumes sempre serão bem vindos.
10° - Não é preciso só saber que a ética, a cidadania, o respeito, a honestidade, os bons costumes existem, é preciso ensinar a todos como eles devem ser praticados para termos assim um mundo cada vez melhor
Alunas: Gabriella Cristina N°11
Kátia Suily N°18

Ética e Cidadania

· “Sem educação não vamos alcançar a ética”.

· “Sem educação e conscientização o honesto torna-se uma figura cada vez mais rara”.

· “Para um país melhor é necessário educação, conscientização, ética, melhores condições de vida e atenção dos políticos com o Brasil”.
· “A ética é a única alternativa para um Brasil melhor”.

· “A poluição será o maior inimigo do homem”.

· “Não destrua o patrimônio público, preserve-o.”

· “A ética é a maneira de viver sem prejudicar os outros e tentando construir um mundo melhor.”
· “O voto é o seu dever de ter direitos.”

· “Uma saúde de qualidade e gratuita é direito de todos.”

· “Uma educação de qualidade é dever de quem governa, direito de quem vota e obrigação de um país que quer ser melhor.”

· “Pense no mundo..., que você vai deixar para o seu filho.”

Aluno: Alison Gessinger Guedes Morais n°01
Raiane Silmara Nascimento da Silva n°21

Copilação Extraida do Site:http://lab-projetos.blogspot.com/2007/09/alunos-do-ensino-fundamental-refletindo.html

12 de dezembro de 2008

Natal

Essa idéia maravilhosa foi enviada pelo Cantinho

Alternativo.


Amiga muito obrigada pela idéia!

Um forte abraço.

Posted: 11 Dec 2008 06:43 PM CST

Árvores de Natal de Jujubas:





Fonte: http://www.goodyblog.com/


Árvores de Natal de Origami:





Fonte: http://www.marthastewart.com/

11 de dezembro de 2008

Selinho - Presente


Este selinho é especialmente para o seu Blog.
Muito obrigada pelo carinho.
E que em 2009, possamos compartilhar ainda mais.
Um forte abraço.
Salve no seu PC e poste no seu Blog.
Taty - Educando com Carinho





dablink - coloque glitter nas fotos no orkut !

10 de dezembro de 2008

Projeto - Pátria




Mini Projeto Semana da Pátria


A comemoração da “SEMANA DA PÁTRIA”, representa uma importante fonte de estímulos ao civismo, propiciando assim, a oportunidade de:

-formar na criança o conceito Pátria;
-despertar o sentimento de patriotismo;
-formar atitude de respeito aos símbolos do Brasil;
-desenvolver a compreensão do passado histórico e da significação da data “ Sete de Setembro”.

OBJETIVOS:

-compreender a razão dos festejos da Semana da Pátria;
-Refletir sobre o que é ser patriota;
-Comemorar as datas cívicas do nosso país;
-Incentivar o amor à Pátria;
-Conhecer melhor a nossa história;
-Valorizar os símbolos da nossa Pátria;
-Identificar os símbolos nacionais;
-Reconhecer a Bandeira como símbolo da Pátria;
-Conhecer e valorizar os direitos e deveres de todos nós, cidadãos;
-Valorizar a escola como participante de grandeza da Pátria;
-Despertar o civismo e o senso crítico através dos conteúdos propostos pelo Hino Nacional;

SUGESTÕES DE ATIVIDADES:

1) Conversas, debates e discussões sobre:

-o que é Pátria;
-o que aconteceu no dia 7 de setembro;
-a figura de D.Pedro I;
-os símbolos da Pátria: a Bandeira, as Armas, o Selo, Hino;
-o grito da Independência;
-a vida no Brasil antes e depois da Independência;


2) Textos informativos, literários, poéticos;
3) Textos coletivos;
4) Álbum;
5) Vídeos;
6) Hinos: Nacional, da Independência;
7) Pesquisas;
8) Cartazes de fatos da época alusivos ao fato histórico;
9) Linha de tempo do Descobrimento à Independência, da Independência aos dias atuais;
10) Jogral;
11) Dramatização;
12) Poemas e diálogos de temas nacionais;
13) Mural de notícias de jornais e revistas sobre a data cívica;
14) Uso de mapas para a localização do Brasil;
15) Confecção dos Símbolos Nacionais (pintura, desenho, recorte e colagem);
16) Concurso de poesia;
17) Seleção de canções patrióticas e populares: Canção do Soldado,Eu te amo meu Brasil;

18) Confecção de:

- bandeirinhas com as cores nacionais,
- Bandeira do Brasil,
- cata-ventos,
- estrelas e outras figuras-símbolo em verde e amarlo, distintivos em azul, branco, verde e amarelo,

- viseiras para o desfile.

19) Mural: "Vultos da História do Brasil"

Dividir a sala em grupos, sendo que cada um deles deverá pesquisar a biografia das pessoas mais importantes da Independência do Brasil e colocar no Mural "Vultos da História do Brasil".

Pesquisa: Propor às crianças que pesquisem nomes de pessoas que vêm elevando o nome do Brasil com seu trabalho, seja no esporte, artes, etc.

20) Produção Textual

Lançar um concurso de produção de texto: "Brasil Pátria Querida". Pode-se confeccionar um livro reunindo todos os textos produzidos e ilustrados pelos alunos.



Sete de setembro,
data tão festiva,
foi a independência
desta terra tão querida.

É uma grande data
para o meu Brasil ,
que hoje está liberto
e cheio de encantos mil.

Viva, viva, viva a independência
do Brasil!




****http://www.projetospedagogicosdinamicos.com/patria.htm****
Postado por Camila Genaro
Copilação extraida do site:http://camilagenaro.blogspot.com/

COMENTE... COMENTE... COMENTE...

9 de dezembro de 2008

Natal - Pedido

Tia Li, seu pedido é uma ordem!
Eis aqui algumas dicas.... espero que goste!Bom trabalho!

Bjimmm





Origem do Natal e o significado da comemoração

O Natal é uma data em que comemoramos o nascimento de Jesus Cristo. Na antiguidade, o Natal era comemorado em várias datas diferentes, pois não se sabia com exatidão a data do nascimento de Jesus. Foi somente no século IV, que o 25 de dezembro foi estabelecido como data oficial de comemoração. Na Roma Antiga, o 25 de dezembro era a data em que os romanos comemoravam o início do inverno. Portanto, acredita-se que haja uma relação deste fato com a oficialização da comemoração do Natal.

As antigas comemorações de Natal costumavam durar até 12 dias, pois este foi o tempo que levou para os três reis Magos chegarem até a cidade de Nazaré e entregarem os presentes ao menino Jesus. Atualmente, as pessoas costumam desmontar as árvores e outras decorações natalinas em até 12 dias após o Natal.

Presépio

O presépio representa uma importante decoração natalina. Ele mostra o cenário do nascimento de Jesus, ou seja, uma manjedoura, os animais, os reis Magos e os pais do menino. Esta tradição de montar presépios teve início com São Francisco de Assis, no século XIII.


Feitos com palitos de sorvetes e EVA


Utilizando palitos de sorvete fazer 2 "V" deixando um espaço para os pés da manjedoura. Em seguida colocar palitos de sorvete descendo as duas laterais do V encontrando-se na junção, unindo um "V" ao outro "V". Com EVA recortar a coberta e o Menino Jesus pode ser utilizado bonequinho de Playmobil ou fazer com massa de biscui, papel machê ou outro material.




Também utilizando palitos de sorvete e EVA, papel camurça ou carmim.



Bota do Noel


Como fazer


Anjinho para pendurar na porta


Como fazer


Placa comemorativa


Como fazer


Contagem regressiva para o Natal


Como fazer


Para decorar a porta da sala de aula


MOLDE


Sacolinha surpresa:

Faça os bonecos de Neve de Papel camursa ou colorset. Dentro,coloque a lembrancinha de final de ano.

Palitos de Natal

Deixe que as crianças pintem os palitos e montem os personagens do Natal.
Depois crie com eles uma hostória.
Faça uma caixinha bem decorada para guardá-los depois.

Anjinho com rolo de papel higiênico

Essa é uma idéia barata, mas com um visual sofisticado...
Usando um rolo de papel higiênico, uma bola de isopor ( ou mesmo papel machê) e alguns retalhos de papel e fitas você pode ter esse lindo anjinho...

Fantoches Natalinos

Que tal montar esses divertidos fantoches feitos com palitos de picolé e retalhos de EVA?!
Use e abuse da criatividade!!!


Use EVA e botões coloridos.



Copilação extraida do site:http://cybelemeyer.blogspot.com/2007/11/datas-comemorativas-natal_29.html