Pages

Subscribe:

Ads 468x60px

8 de março de 2009

Parabéns


Parabéns, Mulher!

Mulher que sonha.
Mulher que trabalha.
Mulher que briga.
Mulher mãe.
Mulher filha.

Mulher que manda e que ama.
Mulher de erros e acertos,
de palavra doce.

São tantas qualidades para definir essa
criatura abençoada por Deus que por
vezes nos perdemos em palavras.

Representa com sua doçura e determinação
um universo totalmente desconhecido e a
cada dia se revela ainda mais misterioso
e apaixonante.

Neste dia, dedicado exclusivamente
a mulher, quero demonstrar o quanto
me orgulho de você!

Não conheço uma pessoa sequer que
não tenha se rendido aos encantos
de uma mulher.

E muito menos que tenha conseguido
passá-la para trás.

Hoje é o Dia Internacional da Mulher!

E quero lhe dar os parabéns!
Afinal, você é uma das mulheres mais
inteligentes e determinadas que conheço!

Parabéns pelo seu dia!

http://www.bilibio.com.br/mensagem.exibir.php?codmsg=410

5 de março de 2009

Planejamento Anual - Jardim I

Planejamento Anual

Objetivos Gerais

  • Desenvolver a atenção;
  • Adquirir o hábito de ouvir, falar e organizar o pensamento lógico;
  • Posicionar – se de maneira critica, responsável e construtiva nas diferentes situações sociais, utilizando o dialogo como forma de mediar conflitos e de tomar decisões coletivas;
  • Desenvolver o interesse pelas descobertas feitas por meio de situações concretas na sala;
  • Enfrentar e compreender novas situações;
  • Transmitir valores como: noções de cidadania, respeito ao próximo, disciplina e solidariedade.
  • Despertar o interesse pelas descobertas feitas durante as atividades;
  • Participar das atividades com interesse e satisfação;
  • Familiarizar – se com a imagem do próprio corpo;
  • Desenvolver noções de cidadania;
  • Ampliar a maneira de ver as coisas;
  • Estimular as percepções sensoriais.

Conteúdos

Língua Portuguesa


  • Atividades:

- Coordenação motora

- Orientação espacial

- Análise e síntese

- Percepção auditiva

- Comunicação

  • As vogais
  • Revisando as vogais
  • Juntando as vogais
  • Vamos brincar

Matemática


  • Labirinto
  • Cores

- Vermelho

- Amarelo

- Azul

- Verde

  • Seqüência lógica
  • Completando figuras
  • Conceitos básicos : igual e diferente
  • Quantidade

- Muito – pouco

- Mais – menos

- Mesma quantidade

  • Tamanho

- Grande – pequeno

- Maior – menor

- Alto – baixo

- Comprido – curto

  • Espessura

- Grosso – fino

- Largo – estreito

  • Posição

- Longe – perto

- Em cima em baixo

- Dentro – fora

- Aberto – fechado

  • Medidas

- Leve – pesado

- Cheio – vazio

  • Geometria

- Curvas fechadas

- Curvas abertas

- Circulo

- Quadrado

- Triangulo

  • Os numerais

- 0 a 9

- Revisão

  • Vamos brincar


Natureza

  • Nosso corpo
  • Órgãos dos sentidos
  • Hábitos de higiene
  • Os animais
  • As plantas
  • O dia e a noite
  • O Sol e a chuva
  • Vamos brincar

Sociedade

  • A criança
  • A família
  • A casa
  • A escola
  • A comunidade
  • Meios de transporte
  • Meios de comunicação
  • As profissões
  • Datas comemorativas
  • Vamos brincar

Metodologias Gerais

As aulas serão desenvolvidas numa interação, utilizando – se dos recursos:


  • Bingos
  • Dialogo
  • Álbum de fotos
  • Livro didático
  • Cartazes
  • Passeios
  • Desfiles e apresentações
  • Materiais concretos
  • Semáforos –jornais
  • Desenhos livres – cantinho da leitura
  • Teatro – desenhos literários
  • Fantoches – quadro e giz
  • Dedoches – tarefas xerocopiadas
  • Recorte – colagens – exposições
  • Filmes – musicas – poesias
  • Historias
  • Dramatizações
  • Dinâmicas diversas
  • Jogos – brincadeiras
  • Pintura a dedo

Avaliação Geral

No que se refere à avaliação, ela deve ser entendida como um instrumento de compreensão do nível de aprendizagem dos alunos em relação aos conceitos estudados às competências e às habilidades desenvolvidas. Essa relação deve ser continua para que o educador consiga perceber os avanços e as dificuldades dos alunos e, assim reavaliar sua prática e , se for preciso redirecionar suas ações.

Quanto às avaliações individuais, é importante observar o desempenho da criança quanto a:


  • Participação
  • Disciplina
  • Atenção
  • Coordenação visual e motora
  • Cooperação
  • Justiça
  • Interesse
  • Desenvolvimento da aprendizagem
  • Higiene
  • Raciocínio lógico

Atribuindo a cada um deles igual peso.

Planejamento anual - 1º Ano (Alfabetização)

Planejamento Anual

Objetivos Gerais

• Adquirir o hábito de ouvir, falar e organizar o pensamento lógico
• Posicionar – se de maneira criativa, responsável e construtiva nas diferentes situações sociais, utilizando o dialogo como forma de mediar conflitos e de tomar decisões coletivas;
• Aprimorar o autoconhecimento: esclarecendo as duvidas e atividades de fixação;
• Desenvolver o interesse pelas descobertas por meio de situações concretas na sala;
• Enfrentar e compreender novas situações;
• Transmitir valores como: noções de cidadania; respeito ao próximo, disciplina solidariedade, respeitar os idosos, respeitar a opinião alheia;
• Proporcionar: narração de historinha com a participação do aluno para a finalização;
• Participar das atividades com interesse e satisfação;
• Despertar o interesse pelas descobertas feitas durante as atividades questionando sobre a realização;
• Experimentar atividades lúdicas corporais que valorizem e cooperação , respeito mutuo, solidariedade e outros valores humanos de relevância social.

Conteúdos

Língua Portuguesa

• Comunicação e coordenação motora,
• As vogais;
• Juntando as vogais;
• As consoantes;
• Alfabeto;
• Silabas complexas;
• Aprendendo um pouco mais;
• Vamos ler mais;
• Essa é para cantar;
• Alfabeto móvel;
• Gramática: feminino e masculino – singular e plural – acentuação, pontuação, aumentativo e diminutivo.

Matemática

• Aprendendo a contar;
• Números naturais;
• Conhecendo sinais = ‡ > <
• Ordem crescente e decrescente
• Adição – Problemas
• Sistema de numeração decimal
• Subtração – Problemas
• Dúzia
• Números pares e impares; ordinais até 10;
• Nosso dinheiro;
• Medidas;
• Horas exatas;
• Geometria
• Vamos brincar

Ciências
• Corpo humano;
• Órgãos do sentido;
• Hábitos de higiene
• Seres vivos e não vivos;
• Os animais;
• As plantas – Pomar – Horta – Jardim;
• O dia e a noite;
• O sol e a chuva;
• Estações do ano;
• Meio ambiente;
• Dengue.
Geografia
• A criança;
• A família;
• A casa
• A escola.
• A comunidade
• O trânsito
• Meios de transporte e comunicação
• As profissões


História
• Datas comemorativas
• Tema transversal
• Pluralidade cultural
• Abordagem sobre Ética
• Dengue

Metodologias Gerais

As aulas serão desenvolvidas numa interação utilizando – se dos recursos:

• Cantinho da leitura
• Historinhas
• Dinâmicas diversas
• Poesias
• Livro didático
• Semáforo
• Revistas
• Conversa informal
• Jornais
• Quadro e giz
• Gibis
• Bingo
• Brincadeiras
• Materiais concretos
• Dramatização
• Cartazes
• Rodinha de conversa
• Livros literários
• Desenho livre
• TV Dvd
• Musicas
• Filmes
• Som
• Jogos
• Passeio
• Alfabeto móvel
• Exposição de objetos
• Relógio móvel
• Fantoches
• Produção de texto
• Roleta
• Colagem recortes
• Apresentações
• Teatro
• Dedoches


Avaliações

Os alunos serão avaliados

• Participação
• Interesse
• Atividades avaliativas
• Leitura oral
• Escrita
• Raciocínio lógico

1 de março de 2009

Psicomotricidade

A psicomotricidade como pré requisito ao processo de alfabetização.

Psicomotricidade é uma prática pedagógica que objetiva colaborar para o desenvolvimento global da criança no processo de ensino-aprendizagem, proporcionando os aspectos físicos, mental, e sócio-cultural, visando coerência com a realidade dos educandos. É a capacidade de coordenar os movimentos pressupondo o exercício de múltiplas funções psicológicas, motoras, de memorização, atenção, observação, raciocínio, discriminação, etc. O entendimento dos processos relacionados à motricidade é de suma importância para o planejamento pedagógico e psicopedagógico, centrado no desenvolvimento do aprendiz. Várias crianças tem apresentado deficit de aprendizagem devido á ausência de trabalhos focando certas habilidades necessárias a este avanço. Neste caso é necessário o apoio de um Psicopedagogo, que fará o diagnóstico e certamente, indicará a melhor maneira de se trabalhar com estas crianças. Todavia, este quadro pode ser evitado, se as Instituições responsáveis pela Educação Infantil adotarem o "brincar" como recurso necessário e diário em seus planejamentos.
A criança que anda sobre uma linha no chão; pula pneus, corda, amarelinha; rasteja; corre; engatinha; encontra objetos escondidos; percebe diferenças entre o cenário anterior e o atual; participa de atividades de musicalização; canta; dança; brinca de roda, de cabra cega, de passar anel, de baliza, de pique-pega, de pique-esconde, de pique-cola, de macaco disse, de Maria viola, etc... dificilmente apresentará dificuldades no processo de alfabetização. Os tradicionais rabinhos de porco e pontilhados dão lugar ao brincar com função pedagógica, andar sobre o rabinho de porco, desenhar no chão e observar seu desenho e os desenhos dos colegas. Ainda, adquirir ritmo através da musicalização, esquerda / direita, em cima / em baixo, fino / grosso, alto / baixo, grande / pequeno e tantas outra habilidades que possibilitam um rápido entendimento do processo de escrita e da leitura. Movimentos de pinça (pegar objetos com a ponta dos dedos), soprar canudinhos (bolinha de sabão), confeccionar pipas e brinquedos, rasgar e embolar papéis, reconhecimento de partes do seu corpo (macaco disse), favorecem o pegar no lápis e nos demais objetos escolares, estimulam o traçado das letras e a observação das diferenças entre b e d, por exemplo.
As trocas de V por F, D por T, podem ser evitadas desenvolvendo atividades que estimulem a percepção auditiva das crianças. Essas atividades possibilitam também a socialização dos educandos, respeito à sua vez, e às regras das atividades, disciplina e cooperação. A criança que tem o previlégio de fazer parte de uma Educação Infantil que enfatize as brincadeiras em seus planejamentos, certamente não encontrará dificuldades no processo de alfabetização, pois aprendeu de forma concreta, aquilo que no tempo certo irá colocar no papel. Em controvérsia, quando esta fase não é trabalhada, os danos se estenderão por boa parte - ou toda - a vida escolar da criança. A alfabetização pode e deve ser trabalhada na Educação Infantil, desde que isto aconteça de forma lúdica respeitando a idade e o tempo da criança.

Autora: Angela Adriana de Almeida Lima
Extraido do Blog: http://eevivendoeaprendendo.blogspot.com/