Pages

Subscribe:

Ads 468x60px

28 de julho de 2011

PORTFÓLIO E AVALIAÇÃO DE COMPETÊNCIAS

PORTFÓLIO E AVALIAÇÃO DE COMPETÊNCIAS

Os ventos da reforma trazem o portfólio até à sala de aula. A sua
popularidade justifica-se pela necessidade permanente de os professores
encontrarem instrumentos de regularização e de avaliação ligados às novas
práticas pedagógicas e às novas abordagens em educação.
O Portfólio é, no entender dos mais conceituados pedagogos, um dos
utensílios a privilegiar no processo formativo. Destaca-se pelo fato de ser a
metodologia que mais eficazmente implica o(a) aluno(a) / professor(a) em
formação inicial no desenvolvimento de responsabilidades face à sua formação
e avaliação de aprendizagem/ competências, bem como na apropriação de
crenças e valores fundamentais ao crescimento, enquanto ser humano e
profissional responsável.
O termo Portfólio geralmente usado na vida corrente para designar um
álbum de que um artista se serve para colecionar os seus melhores trabalhos,
quando utilizado em Educação adquire uma outra dimensão.

O que é um Portfólio?

Importa sublinhar, antes do mais, que um Portfólio não é um mero
repositório de trabalhos “organizados” numa pasta de arquivo ou numa caixa.
O Portfólio é uma coleção organizada e devidamente planejada de
trabalhos produzidos por um aluno, ao longo de um dado período de tempo, de
forma a poder proporcionar uma visão tão alargada e pormenorizada quanto
possível das diferentes componentes do seu desenvolvimento.
Na medida em que o Portfólio é um instrumento de avaliação, pode
dizer-se que se trata de um conjunto de elementos, acompanhados de
indicações e de comentários estruturados, escolhidos pelo aluno e ou pelo
professor, com a finalidade de demonstrar o desenvolvimento das
competências dos alunos.
O Portfólio em educação serve, como se viu, para arquivar as
produções do aluno com o objetivo de representar o desenvolvimento das
suas competências. Ou seja, este instrumento permite ao aluno identificar os
elementos significativos relativamente à progressão das suas aprendizagens.
Desta forma, este instrumento pode ser entendido como o reflexo do percurso
do aluno, ao mesmo tempo que permite ao professor ajustar as suas
intervenções de forma adequada. Nesta medida ele torna-se um instrumento
quase indispensável à reforma educativa.

Conteúdo do Portfólio

Num Portfólio inserem-se todo o tipo de instrumentos de observação e
de avaliação das aprendizagens, assim como trabalhos e projetos que
testemunhem os processos de aprendizagem e de aquisição de competências.
Desta forma, não devem ser inseridos no Portfólio apenas as produções finais
realizadas pelo aluno, mas, em vez disso, o caminho percorrido pelo aluno e
que testemunha as etapas do processo. Não negligenciando os instrumentos
de reflexão e de consciencialização do aluno face ao seu próprio percurso
pessoal e escolar.
Em suma, importa que as evidências colocadas no Portfólio sejam
coerentes com o objetivo desse mesmo Portfólio. Se o grande objetivo é
representar a evolução do aluno num dado período de tempo, será
fundamental que os elementos constitutivos sejam todos da mesma natureza,
afim de possibilitarem a comparação. Assim sendo, o Portfólio será sempre
um instrumento em desenvolvimento constante que merece uma atenção
particular dos professores. Aqui ficaram apenas algumas das pistas de
reflexão que quisemos salientar para a construção deste inovador utensílio de
avaliação .

Qual o valor do Portfólio para as práticas avaliativas?

Insistimos uma vez mais nos dois objetivos essenciais do Portfólio. A
primeira meta é levar o aluno a entrar no processo de aprendizagem, a dar um
sentido à avaliação, a objetivar as suas aprendizagens . O segundo objetivo
é tão importante quanto o primeiro: poder avaliar e gerir a complexidade de
uma competência.
O Portfólio fornece pistas de avaliação em situações complexas de
aprendizagem, o que faz dele uma pertinente ferramenta para gerir progressão
de uma dada competência .
O Portfólio permite gerir a complexidade das situações de
aprendizagem e avaliação e perspectiva as evoluções efetuadas no tempo.
Por conseguinte, torna-se possível clarificar os indícios de progressão de uma
competência de aprendizagem ao longo do tempo.
Onde se situa a diferença entre o Portfólio e o registro de avaliação?
Consideramos que o Portfólio permite refinar e validar a informação durante
um período de recolha de dados de aprendizagem.
Acreditamos que o Portfólio constitui uma incontornável ferramenta de
desmistificação da avaliação, tanto para o aluno como para o professor e pais.
Os alunos realizam as aprendizagens e podem testemunhar graças aos
registros do Portfólio. Os professores deixam de encarar a situação de
avaliação de uma forma solitária. Os encarregados de educação deixam de ter
surpresas no fim do período, porque acompanham o progresso dos seus
educandos.

Adaptado de Carla Bernardes, Filipa Bizarro Miranda, Portfólio uma Escola de
Competências, Porto Editora, 2003.

0 comentários: