Pages

Subscribe:

Ads 468x60px

15 de setembro de 2012

Homenagem


Professor você merece o nosso cuidado

Com a aproximação do dia do Professor, tomei a liberdade de escrever este texto a todos os pais que ainda acreditam na importância do professor na vida de seus filhos. Pais, como mãe e educadora tenho percebido que a escola tem perdido sua função específica no ato de ensinar, passou a atender e a ser responsável sobre diferentes problemas sociais, que consequentemente têm afastado cada vez mais a escola da sua tarefa de transmitir o conhecimento científico construído pela humanidade.

Não quero aqui dizer que a escola não tenha compromisso com a comunidade que faz parte, mas sim, alertar que este compromisso não cabe somente à escola e muito menos dizer que a este cabe somente a vocês pais. Sei que para a superação dos problemas sociais há necessidade da existência de uma política educacional, social e econômica que defenda e garanta os direitos e deveres constitucionais.

Porém, também sei que não podemos ficar inertes. Conformados diante das mazelas, provocadas pelo neoliberalismo, que toma o professor como o único responsável pelos problemas que atingem a sala de aula. Pois, acreditar que individualmente o professor possa resolver as situações de injustiças, violências e outros que atingem o contexto escolar, ou para não dizer a nossa sociedade, é ter uma visão reducionista desta problemática.

Temos assistido na mídia a apresentação de diferentes fatos que ocorrem no contexto escola, porém nenhum apresenta uma fundamentação científica e muito menos uma resposta que resolva os problemas existentes, apenas fazem sensacionalismo, alienando a plateia que assiste e divulga como uma verdade.

Recentemente em um programa novelístico, aparece um rapaz que denigre e desrespeita o papel do professor, onde os pais acham “bonito” e respaldam sua atuações. Aguardamos ansiosos que desfecho seria tomado, e por não dizer curiosos e torcedores que o aluno se desse “mal” com a situação, porém, nada aconteceu, deixando claro no encerramento que os pais estavam sim preocupados com um evento “socialite” ao qual iriam participar.

O que me pergunto e faço a vocês também: Quantos pais têm esta postura? Quantos pais apoiam e defendem seus filhos, sem se preocupar que estes estão desrespeitando o outro?

Outro fato recentemente focado pela mídia foi o uso do celular em sala de aula, também sem nenhuma fundamentação científica, apenas manteve o sensacionalismo e informações poucas precisas. O que mais chamou a atenção, foi o descontrole de uma mãe, que não se conformava que a filha não atendesse o celular na hora da aula. Isto mostra nitidamente que não existe respeito pelo espaço escolar e muito menos da importância do seu filho se apropriar do conhecimento.

Fica aqui a pergunta: Será que o celular é tão importante assim para apropriar-se do conhecimento? Pois foi a conclusão que a mídia deixou transparecer. Lógico que não nego que este possa ser uma ferramenta a ser utilizada na sala de aula, porém também sei que não é única.

Será que a escola deve simplesmente atender a demanda de um modismo? Isto é conhecimento? Ou simplesmente é um artefato de consumo?

Estes são alguns pontos que a mídia tem apresentado, mas existem outros. Você já assistiu a propaganda onde o MEC (Ministério da Educação) tem procurado valorizar a profissão do professor? Num primeiro momento pensei: Que legal o Governo Federal valorizando o Professor! Porém, pesquisas revelam que a profissão Professor está em extinção. E você sabe por quê? Um dos motivos que têm levado as pessoas a não procurar esta profissão é a dificuldade de atender todos os problemas sociais que acercam a escola, e outro fator que não deixa de ser importante são os baixos salários oferecidos.

Outro ponto que gostaria de chamar a atenção é sobre o uso da internet, faço questão aqui de dizer que sou fã da internet, porém, quero alertar sobre o mau uso que os alunos têm feito sobre ela. Estes vão a internet pesquisar, eles chamam de pesquisa o famoso “ctrl + c” e “ctrt + v”, ou seja, copiar e colar. Talvez, vocês questionem, mas o professor não percebe? Com certeza ele percebe. Mas quero perguntar se o professor atribuir “zero” no “trabalho” entregue, qual será sua reação?

Pais, o ato educativo escolar, não é fácil, exige silêncio, concentração, compromisso, responsabilidade, memorização (só para lembrar memorizar não é decorar), disciplina e outros. E ter estas atitudes não é fácil, precisa determinação e principalmente querer aprender. Bem lembrado “querer aprender”, esta é uma das dificuldades que os professores encontram na sala, que seu aluno queira aprender. Você já tentou ensinar alguém que não queira aprender?

Não vou aqui entrar em outros detalhes que permeiam o contexto escolar, como: violência verbal e física; falta de respeito com os colegas e professores; preconceitos; discriminação social; alunos com dificuldades de aprendizagem... e assim vai inúmeros problemas que acontecem na escola.

Você acredita que estes problemas são apenas da escola? É possível o Professor na sua individualidade resolver esses problemas? Quem educa?

Pais, não podemos continuar alienados, acreditando que o professor sozinho possa resolver os problemas sociais. E muito menos acreditando que o professor possa garantir uma escola de qualidade com estes problemas sociais existentes no contexto escolar.

Neste texto o intuito foi relatar alguns fatos que têm ocorrido, porém para você conhecer mais e ajudar na superação dos problemas existentes, convido vocês pais a participarem da escola.

Na internet tem um site: Escola de Pais do Centro de Filosofia: Educação para o pensar que também oferece aos pais recursos para o diálogo e entendimento do papel dos pais na escola.

A melhor homenagem que um professor pode receber é ter pais comprometidos e engajados na valorização do trabalho do Professor no ato de ensinar.

Autor Desconhecido

Caso saiba o autor, favor deixar um comentário.

Assim, deixamos registrado os devidos creditos

0 comentários: